Início Altcoins Não “Vale Nada”, Jamie Dimon Volta a Falar Sobre o Bitcoin

Não “Vale Nada”, Jamie Dimon Volta a Falar Sobre o Bitcoin

Pela segunda vez, em pouco tempo, Jamie Dimon, CEO do JPMorgan Chase, falou contra as criptomoedas e o bitcoin.

Em entrevista à CNBC-TV18 em New Delhi, na Índia, Dimon disse:

Neste momento, essas coisas de criptomoedas são uma novidade. As pessoas pensam elas são boas. Mas quanto maiores forem, mais governos as proibirão.

No início deste mês, Dimon chamou o bitcoin de “uma fraude”, acrescentando que ele iria demitiria qualquer empregado encontrado negociando criptomoedas. Conhecido por seu completo desrespeito em relação à moeda digital, em 2015, Dimon afirmou que o bitcoin era “uma perda de tempo”.


Seus comentários atraíram críticas fortes de líderes da indústria fora do espaço criptográfico. Alex Gurevich, ex-executivo da JPMorgan e chefe da macro global, disse à Dimon:

Jamie, você é um grande chefe e o maior CEO de banco de todos os tempos. Você não é trader ou empresário de tecnologia. Por favor, cale a boca sobre negociar bitcoin.

Apesar disso, no entanto, não parece que ele esteja tomando o conselho. Tanto é, que a Dimon deu sua opinião de que os governos acabarão por reprimir as criptomoedas quem as negociam.

Para Dimon, no entanto, o maior problema parece ser por “gerando dinheiro do nada”.

Ele disse:

Criar dinheiro do ar sem o apoio do governo é muito diferente do dinheiro com o apoio do governo.

Ele acrescentou que criar algo do nada é, para ele, não “vale nada”.

Curiosamente, em uma entrevista com o Economic Times, Dimon disse que não era contra moedas digitais, mas que as nações preferem bancos centrais para controlar seu dinheiro.

Ele esclareceu:

Eles gostam de saber quem tem, onde está indo e por que está indo lá. E isso não acontece com o bitcoin.